book_icon

CorpFlex reforça presença no mercado de proteção na camada WEB com nova oferta de solução de segurança

CorpFlex reforça presença no mercado de proteção na camada WEB com nova oferta de solução de segurança

Aumento dos casos de roubo de dados leva empresas a procurarem soluções de segurança de TI para preservar a reputação da companhia e evitar prejuízos financeiros

A CorpFlex, especializada em Cloud Corporativa e soluções de outsourcing de TI, anuncia o lançamento do WAF (Web Application Firewall), solução de segurança de TI que ajuda as empresas à proteger seus dados de ataques de cibercriminosos.

“Aplicativos web desprotegidos são o ponto de entrada mais fácil para hackers e vulneráveis a vários tipos de ataques. A abordagem avançada e multicamadas do WAF (Web Application Firewall) protege seus aplicativos Web”, explica Diogo Santos, CTO da CorpFlex.

Quando combinado com outros serviços de segurança, permite aumentar o nível de proteção contra as mais recentes vulnerabilidades de aplicativos, bots e URLs suspeitos, com mecanismos de detecção baseados em Machine Learning seus aplicativos estarão protegidos contra ameaças sofisticadas como SQL Injection, Cross-site scripting , buffer overflows, Upload de Códigos Maliciosos e ataques DoS.

Segundo o CTO da CorpFlex, os ataques as aplicações web são as mais comuns, por estarem expostas ao acesso de qualquer lugar. “As aplicações web cresceram muito nos últimos anos e a análise é complexa. É necessário verificar diversas camadas da aplicação, muitas delas sem a proteção adequada. A CorpFlex oferece uma equipe capacitada e especializada, que em conjunto com o cliente consegue gerenciar e analisar o ambiente com agilidade e segurança”, reforça Edivaldo Rocha, CEO da CorpFlex.

Graças a interação entre os analistas da CorpFlex e os desenvolvedores do cliente, é possível integrar as informações e fazer análises de qualidade, com o máximo de resultado. Com o WAF, a equipe define os principais problemas que o sistema pode enfrentar e programa a solução para bloqueá-los. Também é possível ativar a ferramenta em modo aprendizagem para que a solução faça uma análise do cenário em um período pré-determinado, identificando os problemas e fazendo os bloqueios de acordo com as vulnerabilidades detectadas no período, que pode levar de 1 a 3 meses.

A ferramenta ainda oferece relatórios customizados, que consideram normas de segurança e as informações mais relevantes para o cliente. Assim, o usuário tem acesso a métricas que são importantes para seu negócio e pode redefini-las e estabelecer novos bloqueios quando for necessário.

“A proteção não deve ser uma medida tomada apenas quando os dados já foram vazados, mas deve caminhar em conjunto com a transformação digital. As empresas estão aos poucos percebendo que sem isso suas informações estão vulneráveis para ataques que podem prejudicar profundamente sua reputação, além de levar a prejuízos financeiros astronômicos”, conclui o CEO da CorpFlex.

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.