Gestão

Golpe com passagens aéreas gratuitas da GOL gera milhares de ciberataques

Segundo o dfndr lab, ameaça vem se espalhando com rapidez por meio de mensagens via WhatsApp

O dfndr lab, laboratório da PSafe especializado em cibersegurança, identificou um novo golpe que está circulando pelo WhatsApp, oferecendo duas passagens aéreas gratuitas. A ameaça se aproveita da marca da companhia aérea GOL para dar credibilidade a suposta promoção e, dessa forma, gerou mais de 31 mil ciberataques identificados nas primeiras seis horas de ataque por meio da tecnologia de anti-phishing do aplicativo dfndr security.

A GOL orienta seus clientes a não clicarem em mensagens de origem duvidosa, fora do padrão, com erros de ortografia, ofertas de prêmios em milhas e, principalmente, pedindo a confirmação de dados cadastrais

Ao clicar no link, o usuário acessa uma página na qual há uma pesquisa com quatro perguntas que precisa ser respondida antes do acesso à “promoção”. Ao longo do processo, a pessoa vê também um contador que informa o número de passagens que ainda estão disponíveis e que vai decrescendo com o tempo para gerar uma sensação de urgência do preenchimento.

Independentemente das respostas, o usuário é direcionado para uma página na qual é incentivado a compartilhar com 30 amigos ou grupos do WhatsApp. O texto afirma que após o compartilhamento o usuário poderá resgatar as passagens, que serão enviadas por e-mail em até dois dias. Ao final, há ainda uma falsa seção de comentários com pessoas que teriam conseguido sacado o benefício.

“Estamos em época de férias escolares e por isso muitas pessoas planejam viajar com a família, o que torna o momento propício para um golpe como esse. Os cibercriminosos estão sempre atentos a essas oportunidades para passar a ideia de que pode ser algo verdadeiro. Além disso, a estratégia de solicitar o compartilhamento via aplicativo de mensagem é perfeita para que o golpe se espalhe rapidamente e leve com ele a confiança e credibilidade do amigo ou familiar que o enviou”, comenta Emilio Simoni, diretor do dfndr lab.

Para não cair em ameaças como essa, o especialista afirma que é preciso adotar medidas de segurança, como sempre checar se o link é verdadeiro ou não, o que pode ser feito pelo site www.psafe.com/dfndrlab/pt-br, utilizar soluções de segurança que disponibilizam a função anti-phishing, como o dfndr security, e sempre desconfiar de mensagens que pedem para realizar o compartilhamento com amigos para ganhar alguma coisa.

A GOL orienta seus clientes a não clicarem em mensagens de origem duvidosa, fora do padrão, com erros de ortografia, ofertas de prêmios em milhas e, principalmente, pedindo a confirmação de dados cadastrais. A companhia reitera que preza pela segurança da informação em todos os seus canais de relacionamento. A fonte original e confiável é o site da GOL (www.voegol.com.br). Em caso de dúvidas, o ideal é procurar imediatamente a Central de Atendimento pelo número 0300 115 21 21.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.