Mercado

Mercado de PC tem 14º trimestre consecutivo de queda

Segundo o Gartner, remessas de PCs diminuíram 1,4% no primeiro trimestre de 2018

computadores desktops em uma mesaResultados preliminares de pesquisa do Gartner apontam que o mercado de PCs vivenciou o 14º trimestre consecutivo de queda. O levantamento revela que as remessas internacionais de PCs totalizaram 61,7 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2018, registrando um declínio de 1,4% em relação ao primeiro trimestre de 2017.

“O principal fator para o declínio veio da China, onde os envios unitários diminuíram 5,7% ano a ano”, Mikako Kitagawa

A Ásia/Pacífico e os Estados Unidos tiveram um declínio nas remessas enquanto outras regiões tiveram um aumento mínimo, mas isso não foi suficiente para impulsionar o crescimento global da indústria de PCs. No primeiro trimestre de 2018, os envios de PCs na Ásia/Pacífico caíram 3,9% em comparação com o mesmo período do ano passado, enquanto os envios nos EUA caíram 2,9%.

“O principal fator para o declínio veio da China, onde os envios unitários diminuíram 5,7% ano a ano”, diz Mikako Kitagawa, Analista Emérita do Gartner. “Essa queda foi impulsionada pelo mercado de negócios da China, onde algumas empresas estatais e grandes empresas adiaram novas aquisições ou atualizações, aguardando novas políticas e reatribuições de funcionários após a sessão do Congresso Nacional do Povo no início de março”, completa a analista.

“No primeiro trimestre de 2018, também teve reflexo de alguns estoques do quarto trimestre de 2017”, diz Kitagawa. “Ao mesmo tempo, os fornecedores foram cautelosos com o excesso de estoque devido ao lançamento dos novos modelos no segundo trimestre de 2018, equipados com novos processadores de oitava geração da Intel”.

Os três principais fornecedores – HP, Lenovo e Dell – foram responsáveis por 56,9% das remessas internacionais de PCs no primeiro trimestre de 2018, em comparação com 54,5% registradas no primeiro trimestre de 2017. A Dell vivenciou a taxa de crescimento mais forte entre os seis principais fornecedores do mundo, já que suas remessas aumentaram 6,5%.

As remessas internacionais de PCs da HP Inc. aumentaram 2,8% no primeiro trimestre de 2018 em comparação com o mesmo período do ano passado. Na EMEA, a HP Inc. registrou crescimento de dois dígitos em computadores e notebooks. Isso foi contrastado com um pequeno declínio em outras regiões. A HP Inc. foi prejudicada pela queda na demanda nos Estados Unidos, o qual geralmente responde por um terço de seus envios totais.

Os envios globais de PCs da Lenovo permaneceram estáveis no primeiro trimestre de 2018. A Lenovo alcançou um crescimento de 6% na EMEA e um crescimento de dois dígitos na América Latina. No entanto, na Ásia/Pacífico (seu maior mercado), os envios de PCs caíram 4%.

Após as vendas recorde de férias para produtos de consumo e jogos no quarto trimestre de 2017, a Dell continuou apresentando bom desempenho no primeiro trimestre de 2018. Com o aumento de dois dígitos nos envios na região EMEA, América do Norte e América Latina, a empresa cresceu em todas as regiões, com exceção da Ásia/Pacífico. Computadores e Notebooks cresceram em proporções iguais, mostrando a força da Dell no segmento de negócios.

Aumentando os preços médios das vendas

Os preços médios de venda (ASPs) dos PCs continuam subindo. Reconhecendo a desaceleração no mercado de smartphones e a incerteza na demanda de substituição de PCs, as empresas de componentes continuam cautelosas em relação à expansão de suas capacidades de produção. Portanto, a persistente escassez de componentes e uma lista crescente de materiais continuam criando um ambiente propício a preços mais elevados.

“Em contraste com outros picos de preços relacionados à DRAM, os fornecedores de PC não estão reagindo ao reduzir o conteúdo de DRAM. Pelo contrário, eles passaram o aumento de custos aos consumidores”, diz Kitagawa. “Com menos pessoas comprando novas máquinas, os fabricantes precisam obter a maior margem de lucro de cada venda. Para fazer isso, eles estão aumentando os pontos de venda e se concentrando na experiência do cliente ou na percepção de valor”.

Visão Geral Regional

Nos Estados Unidos, os envios de PCs totalizaram 11,8 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2018, uma redução de 2,9% em relação ao primeiro trimestre de 2017. A Dell passou para a primeira posição nos Estados Unidos com base nos envios, já que sua participação de mercado aumentou para 29,1%. A HP Inc. passou para a segunda posição, com uma queda de 4,8% nos envios e uma participação de mercado de 28,4% no primeiro trimestre de 2018.

Os envios de PCs na EMEA totalizaram 18,6 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2018, um aumento de 1,7% em relação ao ano anterior. As remessas de empresas aumentaram à medida que muitos projetos do Windows 10 foram suspensos em 2017 e começaram agora a serem implementados.

A rápida abordagem do prazo de conformidade para o Regulamentação Geral de Proteção de Dados (GDPR) na Europa, bem como relatórios anteriores de violações de cibersegurança, tornou a segurança uma prioridade forte no ciclo de atualização de hardware entre as empresas. A Eurásia a ser um aspecto positivo para a EMEA, pois diversos países, como a Rússia, a Ucrânia e o Cazaquistão, registraram forte demanda no primeiro trimestre de 2018

As remessas de PCs na Ásia/Pacífico totalizaram 21,9 milhões de unidades no primeiro trimestre de 2018, um declínio de 3,9% em relação ao primeiro trimestre de 2017. Conforme mencionado anteriormente, o mercado de PCs na China impulsionou o declínio na Ásia/Pacífico. Não há sinais significativos de atualização para a versão especial do Windows 10 das instituições do governo chinês. A demanda do consumidor foi fraca, já que a maioria dos compradores já se aproveitou das agressivas promoções oferecidas no quarto trimestre de 2017.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.