Informe aqui

Pitch Gov: Manual que ajuda órgãos públicos a implantar programa de parceria com startups está disponível para download

A partir de agora, representantes de governos de todas as esferas já podem acessar o site oficial do Pitch Gov e baixar o manual produzido pela Associação Brasileira de Startups (ABStartups) em parceria com o Governo do Estado de São Paulo.

“A ABStartups rodou o primeiro Pitch Gov em São Paulo e junto com o governo do estado nós percebemos que esse movimento não podia parar em um lugar. A parceria entre o governo e startups é um modelo em que os dois lados ganham, por isso criamos o playbook para expandir essa ideia”, explica o Diretor Executivo da ABStartups Rafael Ribeiro.

O material, que busca ajudar órgãos públicos do país a implantar um programa de parcerias com startups semelhante ao de São Paulo, foi lançado no mês de abril, durante a cerimônia de início das atividades do Centro Nacional de Referência em Empreendedorismo, Tecnologia e Economia Criativa, do Sebrae-SP.

Contendo todos os procedimentos necessários para criar um programa como o Pitch Gov SP, o manual reúne, por exemplo, modelos de documentos, fluxo de ação, plano de trabalho, legislação pertinente, dicas para a seleção de startups, entre outros pontos importantes.

Vale ressaltar que existem regras mínimas para que o programa possa usar o nome e a marca “Pitch Gov”, como:

• Possuir um edital de chamamento público que defina, claramente, critérios de avaliação e seleção, assim como os prazos de realização do programa;
• Estar em contato com a organização ou o líder do ecossistema empreendedor local;
• Contar com, ao menos, um parceiro de execução que possa trazer conhecimento sobre o ecossistema empreendedor e auxiliar no desenho e execução do programa.

O Pitch Gov – primeiro projeto desse tipo a ser criado no Brasil e um dos primeiros no mundo – é um programa de fácil implementação, voltado ao desenvolvimento de soluções tecnológicas e inovadoras para os desafios da gestão pública. O programa já conta com duas edições de sucesso, com mais de 500 soluções inscritas e resultados com impacto direto na vida da população, como foi o caso do Poupinha.

O Poupatempo de São Paulo tinha uma grande dificuldade porque cerca de 50% dos usuários se dirigiam às unidades de atendimento sem agendar, gerando filas e correndo o risco de não serem atendidos. Selecionada no programa, a startup Nama – Inteligência Artificial, lançou o Poupinha, um atendente virtual capaz de passar informações e agendar dia e horário de atendimento, além de aprender na medida que interagia com os usuários. Em pouco mais de um ano, o assistente realizou quase 3,5 milhões de agendamentos, com uma média de 18 mil usuários por dia.

Sobre a ABStartups

Fundada em 2011, a Associação Brasileira de Startups (ABStartups) é uma entidade sem fins lucrativos, que possui mais de 4 mil startups em sua base de dados e tem como missão promover o ecossistema brasileiro de startups nacionalmente e internacionalmente, fornecendo informações de mercado e ativando os agentes relevantes para aumentar a competitividade das startups brasileiras.