book_icon

​​Furukawa cresce 16% e anuncia investimentos em 2018

A Furukawa Electric LatAm fechou o ano fiscal de 2017 (encerrado em março) com uma receita líquida de R$ 901 milhões – valor que representa um crescimento de 16% em relação ao exercício anterior. Para 2018, a previsão é de novo aumento na receita – da ordem de 17% – e de investimentos que deverão atingir R$ 43 milhões, em todas as unidades da empresa.

Os bons resultados financeiros são fruto, entre outros fatores, da estratégia adotada há um ano visando fortalecer e expandir a marca Furukawa Electric LatAm no cenário global. “Nesse primeiro ano, conseguimos tornar a marca mais forte no Brasil e nos demais países onde a empresa atua”, avalia Foad Shaikhzadeh, presidente da Furukawa Electric LatAm e vice-presidente corporativo sênior do grupo Furukawa Electric.

Com isso, as exportações cresceram 3% em 2017 e novos países – especialmente do Sudeste Asiático e do Norte da África – passaram a fazer parte do mercado da empresa. “Essa expansão motivou a ampliação da nossa linha de produtos, por meio de parcerias estratégicas como a firmada no início deste ano com a Intracom Telecom”, afirma Foad. O principal objetivo desse acordo é a união de competências para a oferta de soluções híbridas, integrando as tecnologias de fibra óptica e sem fio (rádio), com foco em aplicações como Internet das Coisas (IoT), Indústria 4.0 e redes 5G.

“A Furukawa aposta em soluções híbridas para atender às demandas de todos os mercados, das grandes operadoras e provedores de serviços de internet às empresas que estão aderindo ao conceito de Indústria 4.0, que é a quarta onda da Revolução Industrial”, enfatiza Foad Shaikhzadeh. Para esse segmento do mercado, a empresa está anunciando uma nova linha de produtos, chamada FIS – Furukawa Industrial System, que deverá estar disponível no país no segundo semestre deste ano.

Nova fábrica de conectividade

A Furukawa também está inaugurando uma fábrica de conectividade e um novo centro de distribuição, ambos em Curitiba. Segundo Foad, a nova fábrica deverá atender às necessidades do segmento de datacenters, que demanda produtos customizados e prazos cada vez mais curtos, e dos provedores de internet (ISPs). Já o centro de distribuição tem o objetivo de atender ao crescimento da modalidade de e-commerce da empresa. “A intenção é dar mais agilidade às entregas e oferecer um ambiente adequado para o manuseio dos milhares de itens comercializados via internet”, explica.

Para enfrentar o aumento da demanda por fibra óptica – que continua crescendo no Brasil e em toda a América Latina -, a Furukawa está anunciando investimentos na expansão de sua linha de cabos ópticos e também na produção de fibra. “A construção de redes 5G, por exemplo, vai demandar fibra óptica para o fronthaul e o backhaul”, diz Foad Shaikhzadeh. “Por isso, vamos ampliar em 20% a capacidade de produção de fibra óptica de nossa fábrica em Sorocaba, no interior de São Paulo”, revela.

Essa ampliação está incluída no investimento de R$ 43 milhões previsto para este ano – que também deverá beneficiar as unidades da Furukawa na Argentina e na Colômbia.

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.