Tecnologia

Nap IT maximiza rede Wireless da Quilmes, na Argentina

Utilizando técnicas como o Site Survey, especialistas da Nap IT promovem a melhora de 93% na cobertura do sinal de internet dentro do escritório central da cervejaria argentina

Criar escritórios sem cabos e com alta disponibilidade de conexão para todos os usuários da rede. Esse era o objetivo da Quilmes, cervejaria argentina do Grupo AB-Inbev, que teve o ambiente Wi-Fi de seu escritório central, na Argentina, completamente renovado, a partir dos serviços de consultoria e suporte da Nap IT, empresa brasileira especializada em consultoria de redes corporativas e integração de soluções em TI.

“Ao todo, reduzimos e reconfiguramos o número de Access Points, além de atualizar a controladora central. Por fim, conseguimos elevar a velocidade de conexão para até 400Mbps”, Klaus Engelman

Com mais de 80% dos usuários conectados, a companhia tinha como meta criar um ambiente móvel e focado em colaboração. “A Cervejaria e Maltaria Quilmes tinha um sonho ambicioso de criar um escritório 100% Wireless. Mas com altas taxas de transferência de dados e em um edifício com grandes fontes de interferência, nossa realidade gerava grandes dificuldades para assegurar a disponibilidade de acesso aos sistemas e apps”, relata Germán Colato, gerente de soluções e serviços para Datacenter da AB-Inbev.

A dificuldade era tanta que a companhia chegou a cogitar, inclusive, o abandono do plano, voltando às redes cabeadas. Foi nesse cenário que a Nap IT, representada por Klaus Engelman, Network Engineer, atuou na avaliação de qual seria a melhor solução e de que forma o trabalho poderia ser realizado, sem provocar altos impactos à operação diária.

O primeiro passo para corrigir as falhas foi aplicar o Ekahau Site Survey, metodologia de análise de ambientes que é um dos destaques da Nap IT, para monitorar e identificar falhas e não conformidades da rede wireless de um ambiente. Com essa análise em mãos, foi possível criar planos práticos para resolver as falhas e melhorar a performance do escritório.

Nessa avaliação, o especialista identificou dezenas de pontos de interferência, além de problemas de configuração e montagem da infraestrutura de rede, que acabavam por provocar falhas como queda e oscilação da conexão.

A partir do levantamento, a Nap IT aplicou ajustes e alterações focadas para a construção de uma rede no modelo Next Generation Wireless, baseada nas práticas do High-Density Experience (HDX), que otimiza a performance da estrutura e das aplicações, por meio de ajustes e políticas específicas. “Ao todo, reduzimos e reconfiguramos o número de Access Points, além de atualizar a controladora central. Por fim, conseguimos elevar a velocidade de conexão para até 400Mbps”, reforça Engelman.

Além disso, o plano incluiu a padronização da estrutura de conexão, de acordo com as novas regras e modelos exigidos pela AB-Inbev, gerando mais aderência e proximidade entre o ambiente argentino e as demais unidades espalhadas pelo mundo.

A necessidade da Quilmes era alcançar uma conexão sem falhas, sem oscilação. Pensando nisso, a ação da Nap IT focou sua atuação na melhora da cobertura, ampliando a velocidade e fortalecendo a integração entre as áreas físicas e de departamentos do escritório.

Segundo a companhia, após as implementações, houve ganho de 80% na satisfação dos usuários, com melhora de 74% na velocidade de conexão e de 93% em relação à cobertura da rede. “Mais do que isso, experimentamos uma redução de 63% no número de chamados internos, com relação a problemas de tecnologia”, enfatiza Colato.

Por se tratar de um projeto de integração, o executivo buscava por ações sustentáveis a longo prazo. “Escolhemos a Nap IT para realizar as melhorias de rede na Quilmes, pois eles já são um grande parceiro de negócios de nossa central no Brasil. Nós a conhecemos por meio de outros projetos da mesma natureza, já implementados em diversos locais, com excelentes resultados, e que atendem à padronização da AB-Inbev. Esse era um ponto muito importante para nós”, completa.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.