Tecnologia

Serasa Experian inaugura novo laboratório de inovação

DataLab passa a ocupar espaço de 700 m² na Vila Olímpia, em São Paulo, e amplia capacidade do serviço de coworking Sinergy

A Serasa Experian anuncia a abertura da unidade de São Paulo de seu novo laboratório de inovação, o DataLab. Instalado em um espaço de 700 m² na Vila Olímpia, Zona Sul da cidade, o espaço pode abrigar cerca de 50 cientistas de dados, engenheiros de software, entre outros especialistas focados no desenvolvimento de soluções que aproveitem das tecnologias de big data e da inteligência artificial para transformar ideias em ações em benefício dos clientes.

Um dos serviços do DataLab que já está no mercado é o Sinergy, coworking de inovação para empresas que buscam desenvolver soluções completas de big data para aumentar a competitividade dos negócios

O novo laboratório faz parte da estratégia da empresa de oferecer aos clientes em todo o mundo inovações com foco em dados. O laboratório faz isso fornecendo um ambiente seguro que permite a experimentação. Atualmente, a Experian possui outras duas unidades: em San Diego (Estados Unidos) e em Londres (Inglaterra).

“Inovar é difícil, pois nem sempre os resultados são garantidos. Por isso, poucas empresas investem em fazer novas descobertas com o uso de dados. Mas isso é exatamente o que faremos em nossa nova instalação de ponta, São Paulo”, afirma Eric Haller, vice-presidente executivo dos DataLabs da Experian. “Nosso mundo está cheio de infinitas quantidades de dados. De transações de cartão de crédito ao conteúdo de redes sociais, estamos constantemente envolvidos por informações de vital importância, tanto para nós mesmos quanto para empresas”, ressalta.

Um dos serviços do DataLab que já está no mercado é o Sinergy, coworking de inovação para empresas que buscam desenvolver soluções completas de big data para aumentar a competitividade dos negócios. Agora, o escritório dobrou a capacidade para atender os clientes do serviço e pode receber até cinco empresas simultaneamente no programa, em espaços totalmente separados.

Os clientes que participam do Sinergy passam ao menos três meses no DataLab, trabalhando lado a lado com a equipe de cientistas de dados do laboratório. “A Serasa criou um modelo de co-inovação que dá acesso a todo o processo – do desenvolvimento à implantação – por um custo acessível às empresas”, explica Pimenta.

“Estamos preparados para atender companhias que queiram desenvolver soluções de ponta a ponta, dando a oportunidade de utilizar as plataformas que já existem dentro do nosso DataLab, além de todo o suporte e know-how da nossa equipe”. Além disso, o Sinergy passa a atender também startups interessadas em criar projetos em parceria.

Outro produto do DataLab que já está no mercado é o RWA, Real World Analytics, lançado no primeiro semestre em parceria com a startup In Loco. Esta é a primeira plataforma brasileira baseada em dados de geolocalização e sócio demográficos que permitem entender o comportamento do consumidor dentro e fora dos estabelecimentos comerciais. O objetivo é auxiliar as empresas anunciantes a tornarem-se mais relevantes e a otimizarem seus esforços de marketing.

Além disso, outros produtos e serviços já estão prontos para ir ao mercado. Um deles está rodando como piloto em clientes no Brasil, Indonésia e África do Sul, e deve começar a ser comercializado pela Serasa Experian dentro de seis meses.

Segundo Pimenta, o laboratório deve contratar mais quatro cientistas de dados nos próximos meses. Além disso, três estagiários estão sendo recrutados para o programa Summer Job, que vai de janeiro a março de 2018. Durante os três meses, os estudantes selecionados ficarão no laboratório e participarão de projetos inovadores sobre assuntos como inteligência artificial, machine learning, processamento de imagens, processamento de voz, realidade aumentada e IoT. Os interessados em participar do programa já podem se inscrever pelo link https://experian.referrals.selectminds.com/jobs/summer-job-datalab-6221.

Nova estrutura

Com pé direito duplo, o projeto arquitetônico do novo DataLab visa promover a inovação e criatividade dos funcionários, clientes e parceiros e teve envolvimento de toda a equipe do DataLab, para que suas influências e inspirações fossem retratadas no local. Um exemplo disso é a nomeação das salas de reunião com os nomes de algumas das bandas preferidas da equipe. Pensadores inovadores da história, que influenciam a equipe de alguma forma, também estão retratados em quadros suspensos no alto do local.

Outro destaque do projeto é a rede de 80 m² localizada sob o teto de vidro das salas de reunião. Os cientistas de dados e demais colaboradores podem utilizar a rede para momentos de relaxamento, descanso, e até mesmo reuniões com clientes. A equipe também pode usufruir de uma “área de descompressão” com games e fliperamas. “Nada aqui foi feito por acaso, tudo foi pensado para que a equipe se inspire, por isso a participação de todos no projeto foi estimulada”, afirma Marcelo Pimenta, diretor do DataLab da Serasa Experian.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.