Informe aqui

Confira 8 dicas para comprar com segurança na Black Friday

A Black Friday de 2017 deve resultar em R$ 2,2 bilhões em vendas pela internet no Brasil, segundo pesquisa recente do Google, valor 15 vezes maior que um dia comum no e-commerce brasileiro e R$ 2 milhões mais alto que no ano anterior, de acordo com dados do e-bit. O Data Breach Investigations Report 2017 mostra que um dos maiores perigos nessa data é ter a identidade roubada por meio de ataque virtual ao visitar um site de e-commerce.

Sabendo do perigo maior nesta data, a ESET, líder em detecção proativa de ameaças virtuais, preparou algumas dicas que podem ajudar o consumidor a aproveitar os descontos da Black Friday sem medo:

– Ao fazer uma compra ou operação financeira, use uma conexão segura, como uma rede wi-fi conhecida ou, melhor ainda, seu plano de dados pessoal.

– Utilize um dispositivo confiável, com sistema operacional e o antivírus atualizados. São essas duas medidas que vão garantir que o usuário esteja protegido das mais recentes ameaças.

– Tenha bom senso. Cuidado com ofertas que pareçam muito boas para ser verdade. Geralmente, elas são armadilhas para atrair os usuários mais desavisados.

– Confira atentamente a URL, ou seja, o endereço da página para saber se é real. Se verificar que o site tem um endereço que não condiz com o nome da loja, evite clicar e inserir informações pessoais.

– Cuidado ao clicar em ofertas recebidas por e-mail ou redes sociais. Prefira entrar na página oficial. Muitas vezes e-mails de oferta são recheados de links maliciosos que levam para páginas onde é necessário preencher cadastros com dados pessoais para um possível golpe.

– Observe a segurança da página. Existem formas de identificar sua credibilidade, tais como a certificação digital, indicada por HTTPS:// ou por um cadeado no rodapé da página.

– Nunca forneça os dados do cartão de crédito em sites sem conexão segura ou em e-mails não criptografados.

– Tome cuidado com anúncios online (banners e pop-ups, por exemplo). Muitas vezes eles podem ser utilizados por criminosos virtuais para redirecionar para sites maliciosos.

Acima de tudo, conforme ressalta Camillo Di Jorge, country manager da ESET e especialista em segurança da informação, “o bom senso é a melhor ferramenta possível para manter-se seguro. Sempre se certifique antes de clicar em uma promoção, preencher dados ou encaminhar uma informação para seus contatos. Procure os sites oficiais dos varejistas e pesquise sobre os anunciantes virtuais dos quais nunca ouviu falar antes de concluir uma compra. Não se esqueça de checar a política do site em que está comprando”, alerta.