Artigos

Como as tecnologias integradas podem beneficiar cidades e populações

Já é fato que o mundo está cada vez mais conectado e tecnológico. Se pensarmos em tudo o que fazemos ao longo do dia, serão incontáveis as vezes que utilizamos a tecnologia para nos distrair, trabalhar ou para facilitar alguma de nossas atividades. No entanto, não só para facilitar o nosso dia a dia os avanços tecnológicos são evidentes, eles já estão presentes em situações corriqueiras ao andarmos pela cidade, por exemplo.

Trazer essa conectividade para a vida urbana é tornar as coisas cada vez mais inteligentes e confortáveis, é a chamada Smart Cities ou Cidades Digitais ou Inteligentes. De acordo com um levantamento feito pela Fundação Getúlio Vargas, o conceito de Smart City já é algo consolidado como assunto fundamental na discussão sobre o desenvolvimento sustentável e movimenta um mercado global de soluções tecnológicas estimado a chegar a US$ 408 bilhões até 2020.

Os benefícios são inúmeros, favorecendo áreas como as da saúde, segurança e educação, além de gerar uma otimização de custos e informações integradas para tomada de decisões, tanto para a população como para as prefeituras. Veja a seguir algumas das principais melhorias que uma Cidade Digital pode oferecer.

Meio Ambiente – Uma das principais razões pelas quais uma cidade quer se tornar digital pode estar estritamente ligada ao impacto ambiental. Com a inteligência aplicada à iluminação pública, por exemplo, é possível gerenciar e monitorar remotamente as luzes acesas de uma cidade. Além disso, também podemos observar a questão dos sensores de estacionamento que revelam aonde há vagas livres, o qual já vem sendo utilizado em muitos shopping centers. Com tal dispositivo, além de facilitar a busca por uma vaga, auxilia a redução de CO2 emitido na atmosfera, uma vez que o motorista será muito mais assertivo ao estacionar o carro.

Saúde – Com a tecnologia já possível que postos de saúde tenham seus sistemas totalmente interligados, facilitando a vida do paciente que se consultou em unidades diferentes, como agilizando a rotina dos médicos que pode consultar o histórico do paciente. Mas esta integração não está somente nos postos de saúde, é possível também que os sistemas da Defesa Civil estejam totalmente conectados aos do Corpo de Bombeiros proporcionando maior agilidade no atendimento a acidentes, por exemplo.

Educação – Com a facilidade de acesso à internet em todos os lugares da cidade, uma outra utilização extremamente benéfica para a sociedade é a possibilidade da prefeitura promover cursos à distância para a população. Tal iniciativa desenvolverá cidadãos mais qualificados e permitirá às empresas terem mais vantagem competitiva, ampliando o mercado de atuação e até mesmo gerando novos empregos, visto que a mão de obra será muito mais qualificada. Neste âmbito também pode-se ressaltar a inclusão social, visto que uma grande parcela da população, passará a ter acesso às mais diversas informações, proporcionando mais liberdade e autonomia.

Segurança – A instalação de câmeras por toda a cidade não é suficiente quando não há um sistema inteligente de monitoramento que opere de forma interligada. Para maior eficiência, as ações de Smart Cities garantem uma conectividade muito mais abrangente, como com órgãos de segurança, as policias civil e militar, garantindo assim a melhoria de um problema que atinge a maior parte da população: a segurança nas cidades.

Enfim, de modo geral, a implementação das Cidades Digitais traz uma infinidade de benefícios à toda população. Além dos segmentos listados, não se pode esquecer da influência que a conectividade exerce sobre a economia de uma cidade. A presença de novos empresários, por exemplo, é altamente estimulada, visto que não apenas a comunicação, como o acesso às informações passa a ser muito mais próximo e ágil. E claro, com a tecnologia aplicada aos mais diversos setores, a redução de custos de uma cidade é altamente impactada.

* Cristiano Felicissimo é diretor de Pré-Vendas da Seal Telecom

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.