Tecnologia

Anhembi Morumbi incorpora IA em canal de atendimento a alunos

Sistema conta com recursos de machine learning, capaz de aprender com atendentes da universidade as dúvidas que ainda não aprendeu a responder

Com o objetivo de oferecer uma experiência mais eficiente e ágil aos estudantes, a Anhembi Morumbi, integrante da rede internacional de Universidades Laureate, em parceria com a Proa Tecnologia Criativa, cria um novo canal de comunicação interativo dentro do aplicativo “Sou Anhembi”. Por meio de um chatbot, alunos poderão tirar dúvidas em áreas como: notas, faltas, matrícula, solicitação de carteiras de transportes, entre outras. O assistente virtual foi desenvolvido na IBM Cloud e utiliza as capacidades cognitivas do Watson, plataforma de inteligência artificial da IBM.

A API utilizada no chatbot foi a Conversation, que permite a conversa entre o usuário e o sistema com linguagem natural, similar a comunicação entre humanos

Nesta primeira fase do projeto, o assistente virtual atende a 15 principais assuntos buscados pelos alunos e transfere para os atendentes da universidade as dúvidas que ainda não aprendeu a responder, para que o sistema seja treinado continuamente de acordo com novas interações humanas. Nas próximas fases, alunos poderão solicitar serviços diretamente por essa interface de atendimento interativa.

Com o assistente virtual, a operação de atendimento fica disponível 24 horas e em todos os dias da semana. O aplicativo Sou Anhembi com atendimento virtual está disponível para download gratuito nos dispositivos iOS e Android.

André Bonfá, Diretor de Student Engagement da Universidade Anhembi Morumbi, ressalta que a escolha do Watson está internamente ligada ao DNA inovador da Universidade. “Nosso objetivo é utilizar o que há de mais avançado na tecnologia para atender aos nossos alunos de forma rápida e eficaz”, comenta.

“Com o Watson, empresas podem melhorar a experiência de seus clientes e oferecer um serviço mais ágil e eficiente. Os chatbots entendem a linguagem natural humana, processam a informação de maneira inteligente e devolvem aos usuários respostas com alto grau de acurácia e confiabilidade. O grande diferencial do Watson é a interpretação da intenção das perguntas e do contexto, bem como sua capacidade de responder de forma muito semelhante a de um ser humano”, explica o líder de canais para Watson na IBM Brasil, David Dias.

O Watson é uma plataforma de serviços cognitivos na nuvem que extrai conhecimento de dados não estruturados (imagens, vídeos, áudios, informações de redes sociais), interage com humanos em linguagem natural e aprende continuamente a partir dessas interações.

Empresas de todos os portes e segmentos podem ter acesso à tecnologia por meio da IBM Cloud. No mundo, mais de 80 mil desenvolvedores já estão utilizando serviços do Watson na nuvem e 500 startups construíram aplicações baseadas nessas soluções. A perspectiva da IBM é que 1 bilhão de pessoas terão contato com a plataforma até 2018.

Profissionais utilizam a tecnologia Watson para entregar melhores resultados em suas tarefas diárias. O objetivo é que sistemas como esses ajudem a potencializar o conhecimento do capital humano das empresas, que irá entregar resultados como nunca se tiver uma tecnologia cognitiva ao seu lado.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.