book_icon

Pesquisa aponta que 75% das empresas perdem negócios por dados atrasados

Levantamento da IDC revela que delay na entrega de dados em tempo real faz com que oportunidades de negócios sejam perdidas
Pesquisa aponta que 75% das empresas perdem negócios por dados atrasados

Cada vez mais empresas percebem o valor de soluções de analytics e é crescente necessidade por uma análise de dados em tempo real confiável. Em estudo encomendado pela InterSystems, a IDC apurou que o delay na entrega de dados, causados por problemas de conectividade, pode prejudicar os negócios e a eficiência nos projetos.

“À medida que as organizações procuram competir e acelerar a inovação, este estudo destaca a importância do processamento simultâneo das transações e da análise de dados em tempo real”, Paul Grabscheid

O levantamento, que apurou o impacto de desafios no gerenciamento de dados sobre a economia digital, apontou, por exemplo, que mais de 75% das empresas acreditam ter perdido oportunidades de negócios por conta de dados atrasados e 27% alegaram que isto afeta negativamente a produtividade e a agilidade dentro das empresas. Dados tardios também estão atrasando o ritmo do negócio, com 54% dos entrevistados indicando limites de eficiência operacional.

Organizações que utilizam tecnologias de extração, transferência e armazenamento (ETL, na sigla em inglês) e Captura de Dados Modificados (CDC, na sigla em inglês) estão lutando para acompanhar a demanda atual de análise de dados em tempo real. A pesquisa revelou que dois terços dos dados transmitidos via ETL estavam, ao menos, cinco dias atrasados em relação a chegada a um banco analítico.

Quando se trata do sistema CDC, tecnologia de replicação de dados em tempo real, o estudo revela que demora, em média, 10 minutos ou mais para mover aproximadamente 65% dos dados para a análise do banco de dados. Isso se mostra problemático para a maioria das organizações, já que tomar decisões baseadas em dados em tempo real requer a capacidade de combinar consultas analíticas.

A pesquisa também descobriu que as organizações consideram importantes todos os novos tipos de dados, tornando mais alarmante o fato de que eles não estejam encontrando o caminho para os bancos de dados analíticos, onde possam impactar o negócio de forma mais imediata.

De fato, dados relacionais, IoT, transmissão de dados de fontes externas, dados de sensores, gráficos, valores-chave, vídeo/áudio/imagem, objeto, documentos JSON e dados geoespaciais, foram todos considerados “muito importantes” pelas 502 organizações consultadas em diversos países, como Austrália, Brasil, China, Alemanha, Japão, Reino Unido e Estados Unidos.

“À medida que as organizações procuram competir e acelerar a inovação, este estudo destaca a importância do processamento simultâneo das transações e da análise de dados em tempo real para melhorar a experiência do cliente, a produtividade, as operações e muito mais”, afirma Paul Grabscheid, vice-presidente da InterSystems.

“A InterSystems trabalha diretamente com organizações em todo o mundo para reduzir a complexidade do gerenciamento de dados, permitir análises de dados em tempo real e também insights no momento em que são tomadas decisões críticas, acelerando a inovação e gerando melhores resultados nas empresas.”

Analytics

IDC

InterSystems

IoT

Tempo Real

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.