Tecnologia

Para estimular leitura digital, Amazon lança E-lê-fante

Companhia participa da Elephant Parade, com escultura de bebê elefante equipado com um tablet para donwload de obras digitais

Em agosto a Elephant Parade, uma das maiores exposições de arte do mundo e que luta pela preservação dos elefantes, chega pela primeira vez a São Paulo. A Amazon.com.br fará parte da exibição, patrocinando uma das mais de oitenta esculturas em tamanho real de bebê elefante, decoradas por artistas locais, que invadirão a cidade durante o mês.

O elefante “lerá” livros digitais em um monitor que simula um e-reader Kindle, ou um tablet com acesso ao aplicativo gratuito de leitura Kindle

A arte do E-lê-fante, como foi batizada a estátua da Amazon.com.br, foi criada por funcionários da companhia e teve como inspiração diferentes obras literárias, como Don Quixote, Os Miseráveis, Moby Dick e Mágico de OZ. O elefante “lerá” livros digitais em um monitor que simula um e-reader Kindle, ou um tablet com acesso ao aplicativo gratuito de leitura Kindle, e estará exposto no Parque Ibirapuera.

O E-lê-fante da Amazon.com.br foi criado para mostrar como o Kindle e os livros digitais podem democratizar o acesso à leitura. Na representação feita pela companhia, o bebê elefante poderá “ler” livros digitais da Loja Kindle por conta da tecnologia desenvolvida pela Crialed, que permite que a Amazon.com.br gerencie remotamente qual livro será lido.

Todos os livros lidos pelo E-lê-fante durante o mês de agosto estarão disponíveis para qualquer cliente da Amazon.com.br visualizar e escolher um para baixar gratuitamente pelo site www.amazon.com.br/elephantparade e incluem títulos clássicos da Companhia das Letras, obras publicadas pela Editora Globo e de autores independentes que utilizam o Kindle Direct Publishing (KDP), como FML Pepper, Rogerio Job e Gisele Mirabai, entre outros.

A Elephant Parade dará a oportunidade de artistas locais apresentarem sua arte para aumentar a conscientização sobre a situação de sobrevivência dos elefantes e as questões sobre conservação que devem ser abordadas para garantir o futuro da espécie. Ao final da exposição, os elefantes serão leiloados e parte do valor arrecadado será doado pela Elephant Parade a projetos de filantropia locais, além dos artistas participantes e projetos em prol da preservação dos elefantes.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.