book_icon

Evonik destina 100 milhões de euros para digitalização

Companhia alemã estabelece parceria estratégica com a IBM e a Universidade de Duisburg–Essen (Alemanha) com o objetivo de promover os avanços da mudança digital na indústria química
Evonik destina 100 milhões de euros para digitalização

A Evonik, grupo industrial de especialidade química, anuncia o aporte de 100 milhões de euros para atividades de digitalização e também estabelece parceria estratégica com a IBM e a Universidade de Duisburg–Essen (Alemanha) com o objetivo de promover os avanços da mudança digital na indústria química. Com a disponibilidade dos meios financeiros e o estabelecimento de novas parcerias estratégicas, a empresa de especialidades químicas pretende reforçar a sua posição no mundo digital.

A Evonik se considera pioneira em digitalização na indústria química e criou, no início de 2017, a Evonik Digital GmbH, com o objetivo de desenvolver e estimular ideias nessa área

A empresa estabeleceu uma parceria com a IBM, que permitirá que se beneficie das mais recentes tecnologias e projetos inovadores encabeçados por essa empresa, incluindo tecnologias cognitivas e de nuvem como os segmentos blockchain, Internet das Coisas e Indústria 4.0, dentre outras. A parceria também permite à Evonik explorar as inovações tecnológicas de P&D da IBM, como a computação quântica.

Em julho tem início o primeiro projeto no qual Evonik e IBM desenvolvem em conjunto uma pesquisa específica de conhecimentos de Química e Ciências da Vida, baseada em dados analisados pelo Watson Explorer e pelo Watson Knowledge Studio da IBM. Watson Explorer é a plataforma cognitiva de análise de pesquisa e conteúdo da IBM, enquanto o Watson Knowledge Studio é o seu app de nuvem que permite a desenvolvedores identificar relações em dados não estruturados e que pode ser usado no Watson Explorer. As ideias resultantes dessa solução estarão disponíveis como Serviços Consultivos Digitais e poderão ser usadas para a melhoria da eficiência.

Segundo Martina Koederitz, General Manager da IBM Alemanha, Áustria e Suíça, “com o Watson, a IBM está criando a fundação para que as empresas façam uso inteligente dos conhecimentos existentes para continuar promovendo o seu desenvolvimento no espírito de uma organização que aprende. Estamos muito satisfeitos em estabelecer essa parceria com a Evonik e por trazer as nossas mais avançadas tecnologias cognitivas e de nuvem, além dos nossos mais recentes resultados de pesquisas, em combinação com a nossa sólida expertise, para ajudar a Evonik a se destacar e a assumir um papel pioneiro na transformação digital da indústria química”.

O foco da nova cooperação estratégica entre a Evonik e a Universidade de Duisburg – Essen (UDE) gira em torno de pessoas e habilidades no centro da transformação digital. Os temas incluem, por exemplo, transferência interativa de conhecimento e conceitos de treinamentos adaptados individualmente na prática industrial. A cooperação também deverá avaliar os benefícios da troca de dados e parcerias comerciais digitais.

“Para nós, como empresa de especialidades químicas, a digitalização traz todo um mundo de possibilidades. Agora é hora de identificar essas possibilidades, testá-las e tomar medidas para aproveitá-las da melhor maneira possível”, explica Christian Kullmann, Presidente da Diretoria Executiva da Evonik Industries AG.

Henrik Hahn, coordenador das atividades de digitalização e Chief Digital Officer (CDO), projeta que até 2020 a expectativa é ter investido 100 milhões de euros no incremento das tecnologias digitais, na realização dos testes correspondentes e no desenvolvimento de habilidades digitais. “A questão não envolve só dados e tecnologia, mas especialmente novos modelos de negócios, soluções, serviços aos clientes e treinamento de equipes qualificadas”, pontua.

De acordo com o Prof. Ulrich Radtke, reitor da Universidade de Duisburg-Essen (UDE), a digitalização é um dos principais desafios do nosso tempo. “Trata-se de um campo de pesquisa fascinante porque exerce impacto em quase todos os aspectos das nossas vidas. A cooperação com a Evonik nos proporciona a chance de vincular a nossa expertise na interação das pessoas e dos sistemas digitais a aplicações industriais e de transformar em prática, o mais rápido possível, os conhecimentos que adquirimos mediante pesquisa fundamental”.

A Evonik se considera pioneira em digitalização na indústria química. No início de 2017, a empresa fundou a Evonik Digital GmbH com o objetivo de desenvolver e estimular ideias nessa área – mesmo as ideias não convencionais –, tendo por foco novos produtos e serviços que também apoiarão o sucesso dos clientes da Evonik.

Digitalização

Evonik

IBM

indústria química

Inovação

Watson

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.