book_icon

Em queda, mercado de tablets tem declínio de 8,5% no 1º trimestre

No mundo, setor segue em tendência de enfraquecimento para as principais marcas
Em queda, mercado de tablets tem declínio de 8,5% no 1º trimestre

A dependência do consumidor por smartphones provocou uma queda nas vendas mundiais de tablets, segundo aponta levantamento da IDC. Segundo a consultoria, é o 10º período consecutivo de queda. As vendas do produto apresentaram um declínio de 8,5% no primeiro trimestre de 2017, na comparação com o mesmo período do ano passado.

“O crescimento de tablets entre 2010 e 2013 foi muito intenso e muito diferente de outros dispositivos disponíveis no mercado”, Ryan Reeith

A Apple ainda é líder nesse segmento, com 24,6% do mercado, apesar de um recuo de 13% de suas vendas. A Samsung continua com 16,5% (-1,1%). A única fabricante que registra um crescimento de suas vendas é a chinesa Huawei, com um salto de 31,7% e uma fatia de mercado de 7,4%. A Amazon não publica seus dados de vendas, mas, segundo a IDC, vendeu cerca de 2,2 milhões de tablets, equivalentes a 6% do mercado (-1,8%), à frente da Lenovo, com 5,7%.

Segundo a Ryan Reith, analista da IDC, o forte crescimento registrado no início da década com o lançamento do iPad foi impactado pelas vendas cada vez maiores de smartphones e laptops mais simples.

“Como sabemos, o mercado de tablets foi criado em 2010 com o lançamento do iPad, apesar das tentativas mal sucedidas de outros dispositivos nos anos anteriores”, disse Reith. “O crescimento de tablets entre 2010 e 2013 foi muito intenso e muito diferente de outros dispositivos disponíveis no mercado. No entanto, parece que passado esse período, os consumidores tornaram-se menos ansiosos para comprar um modelo novo. Continuamos a acreditar que o principal fator foi a crescente dependência dos consumidores por smartphones.”

IDC

queda nas vendas

Smartphones

tablets

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou qualquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.