Tecnologia

Zebra Technologies prevê retomada de projetos com RFID e IoT

Prevendo aumento de demanda com o advento da IoT, fabricante intensifica treinamento com canais

Em momentos de crise, a principal estratégia traçada pelas empresas é a diminuição de custo. Por conta disso, muitos projetos voltados a aumentar a produtividade acabam sendo postergados. Segundo Vanderlei Ferreira, country manager da Zebra Tecnologies, estamos em via de terminar essa jornada. “Ainda atravessamos um momento desafiador de mercado, porém prevemos uma retomada dos projetos congelados em 2015 e 2016 a partir desse ano”, projeta. Sem revelar números, Ferreira aposta em um crescimento de dois dígitos no faturamento.

Para o mercado de logística, a tecnologia de IoT é muito promissora

O otimismo da Zebra é baseado em estudos realizados pela companhia que preveem que, até 2018, 51% da indústria de armazém vai investir em soluções de gerenciamento de inventário, por exemplo. Ferreira destaca que a tecnologia de RFID tem voltado a ser demandada. “As empresas entenderam as vantagens dessa solução para a efetividade dos processos e agilidade no rastreamento de produtos”, diz.

Para o mercado de logística, a tecnologia de IoT é muito promissora. Aliada ao RFID, ela oferece automação em tempo real e aumento da precisão. O levantamento da Zebra apontou que 73% das empresas entrevistadas desejam investir em IoT e monitoramento de rede até 2021.

A estratégia tem como alicerce o canal de distribuição da fabricante, que possui 400 revendas no Brasil e será responsável por prover a capilaridade necessária para expansão dos negócios da Zebra no Brasil. Incialmente, Ferreira explica que focará em três indústrias estratégicas: Varejo, Transporte e Logística, e Saúde. Em um segundo momento, pode expandir a oferta para outras verticais como governo e hotelaria.

Como plano de ação, a empresa investirá em um calendário intenso de treinamentos presenciais e certificação aos parceiros. “A intenção é prover conhecimento para que o canal esteja habilitado a adequar as nossas soluções às demandas e expectativas dos clientes”, pontua.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.