Tendências

Werables não emplacam além de ‘early adopters’

A eMarketer, que chegou a prever um crescimento de mais de 60% entre adultos nos EUA, acaba de rever para baixo as suas estimativas

Quando foi lançado, a expectativa em torno do Apple Watch era de que ele seria o novo iPod, pelo menos na adoção em massa. Não foi bem assim. O fracasso das vendas do gadget fez com que várias projeções fossem revistas.

Segundo a consultoria, em 2016, as tecnologias vestíveis atingirão 15,8% da população dos EUA e, para 2020, o índice não deve passar de 21,1%

A eMarketer, que chegou a prever um crescimento de mais de 60% no uso de aparelhos como Apple Watches e Fitbis entre adultos nos EUA acaba de rever para baixo as suas estimativas.

Em seu relatório mais recente, a previsão é de um crescimento de apenas 24,7% – a categoria não conseguiu ainda se expandir para além dos “early adopters”.

Em 2017, de acordo com a empresa, 39,5 milhões de adultos americanos usarão um dispositivo vestível conectado à internet pelo menos uma vez por mês, muito abaixo dos 63,7 milhões previstos antes.

Segundo a consultoria, em 2016, as tecnologias vestíveis atingirão 15,8% da população dos EUA e, para 2020, o índice não deve passar de 21,1%. Ao confessar que sua previsão falhou, a eMarketer avalia que os relógios inteligentes não impressionaram os consumidores como se esperava. Além disso, o alto preço e a ausência de um caso de uso realmente impressionante contribuíram para o fracasso.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.