Informe aqui

Firewall de última geração da Cisco ajuda empresas a eliminarem conflito entre desempenho e proteção para Internet Edge

Cisco Firepower 2100 Series previne gargalos e melhora eficiência com ferramentas aprimoradas de gerenciamento

A Cisco (NASDAQ: CSCO) apresenta hoje o Cisco Firepower® 2100 Series Next-Generation Firewall (NGFW) para enfrentar os obstáculos de segurança . O 2100 Series foi projetado para empresas que realizam um grande volume de transações sigilosas, como bancos e varejo, e precisam manter o tempo de operação e proteger funções importantes e dados do negócio. A série pretende acabar com o conflito da indústria entre performance e proteção – com a incorporação de nova arquitetura escalável e melhorias de até 200% no desempenho da eliminação de gargalos – da Internet Edge ao data center.
A Cisco também está simplificando o gerenciamento de portfólios de segurança de dispositivos até a nuvem com ganho de produtividade e defesa contra ameaças para ferramentas que atendem suas necessidades. Isso inclui o Cisco® Firepower Device Manager para exigências on-box, Cisco Firepower Management Center para necessidades de gerenciamento centralizado de segurança e Cisco Defense Orchestrator para gerenciamento em nuvem.
Com as empresas investindo cada vez mais em modelos de negócio digitais, as soluções de cybersegurança devem avançar para adicionar novas funções e atender as mais recentes vulnerabilidades e ameaças, sem impactar na aplicação ou desempenho do negócio. Tradicionalmente, esse não tem sido o caso. É comum que permitir a inspeção de invasões em um NGFW possa desacelerar o desempenho em até 50% ou mais. Isso pode provocar um impacto significativo em aplicações online voltadas ao cliente, como no e-commerce e internet banking, que requerem alta performance, mas também são frequentemente alvos de ataque. Para garantir a melhor experiência possível ao cliente, algumas empresas desativam recursos importantes de segurança, colocando a si mesmos e aos clientes em risco.
“Os Firewalls de última geração da Cisco já provaram ser os mais efetivos do mercado, mas também sabemos que negócios em toda parte têm sofrido com um número de fatores, incluindo falta de talentos e expansão das superfícies de ataque, que podem impactar na efetividade até mesmo das melhores soluções. O novo Cisco Firepower 2100 Series atende esses desafios, tornando mais fácil para as empresas gerenciar sua arquitetura e garantir que tenham a melhor performance o tempo todo”, destaca Paulo Breitenvieser, diretor de segurança da Cisco Brasil.
Proteção e desempenho comprovados
O novo Cisco Firepower 2100 Series fornece às empresas a confiança em novas oportunidades de digitalização, sabendo que estas têm uma arquitetura de segurança desenhada para proteger contra grandes ameaças, sem afetar a performance de funções fundamentais ao negócio.
Como a primeira arquitetura da indústria com complexos de CPU dual multicore (dual multicore CPU complexes) que acelera chaves criptografadas, firewalls e funções de defesa, o 2100s foi especialmente construído para entregar as necessidades contínuas de proteção e performance dos clientes sem comprometê-las. O Cisco Firepower 2100 Series entrega um desempenho acima de 200% melhor que ofertas com preços similares, mesmo quando a inspeção de ameaças está ativa.
O novo Cisco Firepower 2100 Series NGFW é um conjunto de quatro plataformas de segurança NGFW (2110, 2120, 2130 e 2140) focadas em segurança que entregam taxas de desempenho de 1.9-8.5 Gbps, para ambiente corporativo do Internet Edge ao data center. Cada um deles oferece a reconhecida confiabilidade da Cisco para o tempo de atividade da rede e o dobro da densidade da porta com conectividade de 10 GbE em um compacto 1RU de design.
Gerenciamento simples e efetivo
As brechas de alto perfil têm demonstrado que o gerenciamento pode ser o ‘calcanhar de Aquiles’ da proteção. Erros de configuração e alertas perdidos representam desafios para as equipes de segurança, como apontado no Relatório Anual de Cybersegurança Cisco 2017. Para combater esse cenário, a Cisco tem melhorado ferramentas locais, centralizadas no gerenciamento em nuvem que permitem aos clientes a agilidade de operações e mais custo eficiente atendendo requisitos do ambiente corporativo.
• Firepower Device Manager: Possui uma interface on-box baseada na rede para implantar dispositivos Cisco Firepower NGFW em minutos, com o uso de um assistente de configuração orientada;
• Firepower Management Center (FMC): Permite administração simples e abrangente de múltiplas aplicações. Novas funcionalidades FMC oferecem um aumento de 50% na escalabilidade de gerenciamento em comparação a modelos anteriores. Além de simplificar e melhorar a proteção, o FMC permite aos usuários a automatização de tarefas de segurança, incluindo avaliação, ajuste, correlação, contenção e remediação. Com o Threat Intelligence Director (TID), o FMC agora também pode automaticamente aceitar e correlacionar informações de ameaças de terceiros e de clientes, fornecendo uma defesa adicional por meio de sensores de segurança em sua rede e,
• Cloud Defense Orchestrator: Oferece gerenciamento de políticas simples baseado em nuvem. Esta ferramenta permite que as equipes agilizem e escalem o gerenciamento de políticas de segurança, projetando e implantando políticas uniformemente em toda a organização. O CDO oferece suporte para Web Security Appliance v.11 e está disponível em uma nuvem europeia.

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.