Gestão

Google volta a ser a marca mais valiosa do mundo

Em 2016, marca teve valorização de 24% e reassume o posto, que era da Apple, depois de 5 anos

Divulgação

2016 foi um ano um tanto quanto morno para a Apple. Embora a fabricante tenha conseguido bons números em vendas, por conta de problemas da Samsung, a empresa desacelerou do ponto de vista de inovação tecnológica. Em virtude disso, a Apple decepcionou o mercado e seu público e perdeu o posto de marca mais valiosa do mundo do para o Google no qual volta a reassumir a posição após 5 anos.

A Apple decepcionou o mercado e seu público e perdeu o posto de marca mais valiosa do mundo do para o Google, que volta a reassumir a posição após 5 anos

O levantamento, feito pela Brand Finance, diz que o valor monetário do Google aumentou para US$ 109,5 bilhões no ano passado, o que representa valorização de 24% do total. “A Apple não conseguiu manter sua vantagem tecnológica e repetidamente desiludiu seus defensores com ajustes quando mudanças materiais eram esperadas”, disseram os autores do estudo.

Enquanto o valor do Google cresceu, a Apple observou queda de US$ 145,9 bilhões no ano anterior, para US$ 107,1 bilhões, de acordo com o estudo. Segundo os analistas, a Apple explorou a boa vontade dos seus clientes e foi incapaz de gerar receitas significativas em produtos como o Apple Watch. Além disso, se mostrou incapaz de trazer tecnologias verdadeiramente inovadoras.

Atrás da Apple estão nomes como Amazon, cuja marca vale atualmente US$ 106,36 bilhões – e cresceu 53% de 2016 para 2017. Um pouco mais atrás está a operadora AT&T, que tem sua marca avaliada em US$ 87,01 bilhões, mas também está com um percentual alto de valorização (45%). No quinto lugar está a Microsoft, valendo US$ 76,2 bilhões (crescendo 13% no ano).

No total, o ranking conta com oito companhias norte-americanas, apenas com a Samsung e o ICBC (Banco Industrial e Comercial da China), figurando como os “estrangeiros”. Confira abaixo a lista completa das marcas mais valiosas do mundo.

– Google: US$ 109,470 bilhões
– Apple: US$ 107,141 bilhões
– Amazon: US$ 106,369 bilhões
– AT&T: US$ 87,016 bilhões
– Microsoft: US$ 76,265 bilhões
– Samsung: US$ 66,219 bilhões
– Verizon: US$ 65,875 bilhões
– Walmart: US$ 62,496 bilhões
– Facebook: US$ 61,998 bilhões
– ICBC (Banco Industrial e Comercial da China): US$ 47,832 bilhões

Comentar

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.