Destaque Entrevistas

Orys: apostas para um crescimento significativo neste ano

Fabio Iamada, diretor da consultoria que teve um crescimento de faturamento de 60% em 2020, diz que espera, também para os anos seguintes, continuar nesse ritmo

Nesta entrevista, Fabio Iamada, diretor da Orys, consultoria brasileira com atuação na Alemanha, Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, Holanda, México e Peru, além do Brasil, avalia a atuação da empresa em 2020 e conta as expectativas para 2021.
A empresa é especializada em soluções que abrangem Integração, Qualidade, Governança e Segurança de Dados, de Business Intelligence, Business Analytics, além da Lei Geral de Proteção de Dados.

Como a Orys avalia o atual momento que o mundo atravessa?
Certamente, as vacinas trouxeram um alento e um grande indicador para abrir boas perspectivas para o cenário econômico global. Com isso, teremos capacidade de criar meios de superar esse momento tão desafiador e incerto que o mundo está vivendo. A experiência desde o início da pandemia, com a rápida adaptação, o entendimento adquirido por muitos segmentos, nos faz crer que ganhamos musculatura para recolocar os negócios nos trilhos, dar continuidade ao trabalho e nos mantermos atentos e em alerta para as necessidades impostas com este grande aprendizado. As empresas, de maneira geral, tiveram que restabelecer suas prioridades e fincar o pé em um objetivo único, o de enfrentar com resiliência todos os entraves de seu negócio, e buscar a sobrevivência em um mercado tão competitivo.

Quais são os focos de atuação da Orys?
Atuamos ativamente em segmentos que estão em crescimento constante como as áreas Financeira, Varejo e Serviços, Logística, Indústria e Telecomunicações. Tivemos um crescimento de faturamento de 60% em 2020. Nossas equipes trabalham no desenvolvimento, implementação, execução e acompanhamento, orientando adoções de tecnologias compatíveis ao negócio, soluções e modelos preditivos de nossos clientes tanto no Brasil ou em países que atuamos como Alemanha, Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, Holanda, México e Peru. E vamos continuar esse trabalho constante, com boas apostas para um crescimento significativo para 2021 e nos anos seguintes também.

Como avalia 2020 e quais são as expectativas para 2021?
Esperamos continuar e manter a solidez nos negócios, com um crescimento sustentável, arrojado e dinâmico para atender aos segmentos que já operamos, além de ampliar nossa atuação para outros mercados, aumentando nossa participação de vendas de novas soluções. Para tanto, foi fundamental estabelecer planos e cumprir metas. Encerramos 2020 com entregas acima do esperado para o mercado, tendo uma como contrapartida uma resposta positiva de nossos clientes. Isso nos levou a nos lançarmos para a entrada em uma nova área de atuação, passando a oferecer serviços baseados no desenvolvimento de aplicativos mobile tanto para sistemas iOS quanto para Android. Fechamos recentemente uma importante parceria com uma grande empresa do Grupo Capgemini para atender a clientes de uma sólida rede de fast food que atua no mundo inteiro. Nosso desafio para este ano é o de atender a todas as inúmeras exigências deste parceiro e nos fortalecer como um player experiente e com equipes dedicadas para atuar de forma consistente e irrepreensível em todos os países de atuação da cadeia desta que é uma das maiores redes de fast food do mundo.

O ano de 2020 foi marcado pela entrada em vigor da LGPD. Qual foi o impacto dessa iniciativa e como as empresas estão reagindo quanto à privacidade dos dados?
A Lei Geral de Proteção de Dados, LGPD, provocou um alerta em todas as instâncias, especialmente pelo aumento da responsabilidade das empresas e dos cuidados em estarem em compliance com todo o processo de adequação à nova realidade. Nosso papel tem sido o de chamar a atenção de nossos clientes, principalmente das pequenas e médias empresas, as PMEs, que não têm outra saída a não ser o de atender de forma ágil e precisa, estando com seus sistemas em dia para conduzir da melhor maneira o uso responsável dos dados pessoais dos seus clientes. Uma questão crucial é a de responder à segurança e à privacidade de dados presentes na cultura organizacional, com foco em monitoramento de resultados – KPIs, e acompanhamento contínuo. Considerando, é claro, realizar uma radiografia criteriosa sobre o acesso direto às informações que circulam pelo sistema da empresa, identificar os profissionais que manipulam tais dados, para que são utilizados. Fundamental também criar um fluxograma de processos, fazer adaptações nos sistemas de TI, além de validar questões jurídicas, estando, assim, cobertos em todas as etapas impostas pela LGPD.

1 Comentário

Clique aqui para comentar

As opiniões dos artigos/colunistas aqui publicados refletem exclusivamente a posição de seu autor, não caracterizando endosso, recomendação ou favorecimento por parte da Infor Channel ou quaisquer outros envolvidos na publicação. Todos os direitos reservados. É proibida qualquer forma de reutilização, distribuição, reprodução ou publicação parcial ou total deste conteúdo sem prévia autorização da Infor Channel.

Assine a nossa Newsletter

e receba informações relevantes do mercado TIC

Seu e-mail foi cadastrado com sucesso!
Captcha obrigatório

Agenda & Eventos